Mais notícias

Regional | 14/03/2017 | 12:46

Prefeito de Videira doa todo o salário a entidades do município

Cada uma recebeu um cheque no valor de R$ 5 mil, totalizando R$ 30 mil, equivalente ao primeiro bimestre do ano.

Foto: Pedro Schaitel

Presar pelo bem-estar dos cidadãos não é apenas uma premissa do prefeito Dorival Carlos Borga enquanto gestor público, mas é também uma preocupação pessoal. Pensando nisso, Borga tomou a decisão de doar o valor integral de seu salário como Chefe do Executivo para entidades beneficentes de Videira.

A primeira doação, dos salários referentes aos meses de janeiro e fevereiro, aconteceu na tarde de sexta-feira (10), no Gabinete. Foram beneficiadas a Apae, Caritas Paroquial, Comunidade Terapêutica São Francisco, Lar O Bom Samaritano, Pastoral da Criança e Rede Videirense de Combate ao Câncer.

Cada uma recebeu um cheque no valor de R$ 5 mil, totalizando R$ 30 mil, equivalente ao primeiro bimestre do ano. A partir de agora, as doações serão feitas mensalmente, sempre no início de cada mês.

“Estou fazendo uma contribuição para o desenvolvimento social do nosso município, direcionando esses recursos a entidades que prestam serviços assistenciais e visam a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Este é um sentimento humanitário, de quem já viveu e conhece a realidade das pessoas que necessitam deste tipo de atenção ao atendimento das questões de saúde e sociais”, comenta Borga.

Ações desta natureza são prática comum da família Borga há anos, porém, o que antes eram doações pontuais e esporádicas, passarão a ser permanentes durante o mandato e também após. A contrapartida das doações será o compromisso das entidades beneficiadas em prestar contas da aplicação do recurso.

“Esse tipo de ação me deixa muito seguro por oferecer minha contribuição direta para que a vida das pessoas seja um pouco melhor. Espero que a partir desta iniciativa, outras pessoas que estão nas mesmas condições que eu, ou até melhores, olhem para o lado social e ajudem quem necessita, pois o espírito coletivo está sempre a cima dos interesses pessoais”, completa.

Fonte: Da Assessoria de Imprensa
Comente